Livinho Não Machuca - MC Livinho

Letra:
Se eu sumo, ela some
Nós dois se encontra
Eu largado, chineleira
Tragando a ponta
Eu vagando sem a dama
Um vagabundo
Disse ama to de fone
Fingi de surdo

Mas pra noite o açoite
Vai pra morena
Pelo Insta fiz a lista
Não dá problema
De caranga, no Ipiranga
Eu fiz a busca
Me implorando ela disse
Não me machuca

Pode deixar que o Livinho não machuca
Se quer uma água pera aí vou lá buscar
Olha eu não bebo, mas ali tem Absolut
Apaga luz que no escuro nós discute

Pode deixar que o Livinho não machuca
Se quer uma água pera aí vou lá buscar
Olha eu não bebo, mas ali tem Absolut
Apaga luz que no escuro nós discute

Se eu sumo, ela some
Nós dois se encontra
Eu largado, chineleira
Tragando a ponta
Eu vagando sem a dama
Um vagabundo
Disse ama to de fone
Fingi de surdo

Mas pra noite o açoite
Vai pra morena
Pelo Insta fiz a lista
Não dá problema
De caranga no Ipiranga
Eu fiz a busca
Me implorando ela disse
Não me machuca

Pode deixar que o Livinho não machuca
Se quer uma água pera aí vou lá buscar
Olha eu não bebo, mas ali tem Absolut
Apaga luz que no escuro nós discute

Pode deixar que o Livinho não machuca
Se quer uma água pera aí vou lá buscar
Olha eu não bebo, mas ali tem Absolut
Apaga luz que no escuro nós discute